Bandidos derrubam quatro postes e furtam mais de 300 metros de cabos de energia no RN

Na madrugada do último sábado (2), bandidos derrubaram quatro postes e furtaram mais de 300 metros de cabos de média tensão na zona rural de Touros, Rio Grande do Norte, deixando mais de 2,5 mil pessoas sem energia, incluindo parte do município de São Miguel do Gostoso. Este foi o quarto ataque registrado contra a rede de energia elétrica no estado em menos de uma semana, resultando no total de mais de 2 mil metros de cabos furtados e 10 postes derrubados.

Os criminosos também realizaram outros furtos: na sexta-feira (1), foram furtados 800 metros de cabos de média tensão em Areia Branca, deixando cerca de 2 mil pessoas sem energia na praia de Ponta do Mel; na terça-feira (27), seis postes foram quebrados e 600 metros de cabos de alta tensão foram roubados entre Macau e Guamaré, deixando 7.500 pessoas sem eletricidade por dois minutos, incluindo uma geradora de energia eólica; e na quarta-feira (28), 400 metros de cabos de alta tensão foram furtados em Guamaré, afetando cerca de 16 mil pessoas por quase 10 horas.

Esses ataques impactaram mais de 27 mil pessoas e diversos serviços públicos essenciais, incluindo escolas, delegacias, postos de saúde, abastecimento de água, empresas de telecomunicações e famílias dependentes de serviços de homecare, além de estabelecimentos comerciais como supermercados e restaurantes. =

A Neoenergia Cosern, distribuidora de energia, registrou cerca de 260 faltas de energia devido a furtos de cabos e equipamentos da rede elétrica em todo o estado desde o início do ano, afetando aproximadamente 460 mil pessoas, com uma média de cinco horas de interrupção. Em 2023, cerca de 800 mil potiguares foram afetados por esse tipo de crime. As autoridades estão trabalhando na reconstrução dos trechos afetados, mas as chuvas recentes têm dificultado os esforços de reparo.

Foto: Divulgação/Neoenergia Cosern

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!