Brasil se torna o primeiro país do mundo a oferecer a vacina contra a dengue no SUS

O Ministério da Saúde anunciou a incorporação da vacina contra a dengue no Sistema Único de Saúde (SUS), tornando o Brasil o primeiro país do mundo a disponibilizar o imunizante de forma universal no sistema público. A vacina, conhecida como Qdenga, inicialmente será direcionada a públicos prioritários e regiões específicas, como a Amazônia, devido à capacidade limitada de fornecimento pela fabricante Takeda.

A Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec) conduziu uma análise ágil e recomendou a incorporação, considerando a relação custo-benefício e a questão do acesso. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) trabalhará em conjunto com a Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) para definir estratégias de utilização do imunizante, considerando o quantitativo disponível e áreas de maior incidência da doença. A previsão é de entrega de 5.082 milhões de doses em 2024, com o esquema vacinal composto por duas doses.

A Ministra da Saúde, Nísia Trindade, destacou a importância da inclusão da vacina como uma ferramenta essencial para combater a dengue no país. O anúncio ocorre em um momento estratégico, visando mitigar os impactos do aumento de casos de dengue durante o verão. A secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel, ressaltou a necessidade de definição de públicos prioritários diante da limitação de doses oferecidas pelo laboratório.

A vacina Qdenga é aprovada para prevenção da dengue em diversos países, e sua inclusão no SUS representa um avanço significativo no enfrentamento da doença no Brasil.

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!