Estado: Corpo de Bombeiros resgata mais de cem vítimas de afogamento no RN em seis meses

No primeiro semestre de 2024, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte realizou 108 resgates de vítimas de afogamento em praias com presença de guarda-vidas, uma queda de 41,9% em comparação com o mesmo período de 2023, que registrou 186 resgates.

O tenente Christian Bari, subcomandante do Grupamento de Busca e Salvamento Aquático (GBSA), atribui essa redução ao aumento do efetivo e às orientações. “Nossos guarda-vidas orientam e alertam diariamente os banhistas em situação de risco, com o objetivo de diminuir os afogamentos, além de realizarem palestras frequentes para o público”, explicou.

Ele enfatizou que a conscientização da população pode reduzir ainda mais esses números. “É crucial que os pais não deixem as crianças sozinhas na água e que evitem entrar no mar após consumir bebidas alcoólicas. É importante também buscar informações com guarda-vidas e moradores locais sobre os locais mais seguros para o banho”, acrescentou.

Dicas para prevenção:

  • Use coletes salva-vidas homologados e do tamanho adequado ao entrar em represas, lagos, açudes ou remansos de rio.
  • Não superestime sua capacidade de nadar – 46,6% dos afogamentos ocorrem com pessoas que sabem nadar.
  • Não permita que crianças menores entrem na piscina desacompanhadas.
  • Nade longe de pedras, estacas ou píeres.
  • Evite consumir bebidas alcoólicas antes de entrar no mar.

 

Foto: Divulgação

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!