Estelionatário que fingia ser prefeito de Aracaju é preso em operação das polícias civis do RN e SE

As Polícias Civis de Sergipe e Rio Grande do Norte desencadearam uma ação conjunta no dia 19 de março na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Durante o trabalho integrado, foi cumprido um mandado de prisão por crime de estelionato contra um homem que fingiu ser prefeito de Aracaju, objetivando aplicar golpes em empresários.

Ele foi preso após se apresentar como prefeito de Aracaju e aplicar golpes em empresários alegando a urgência de compras de vacinas para a Covid-19. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 21.

A investigação foi iniciada no Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) de Sergipe, por meio da Delegacia Especial de Repressão à Crimes Cibernéticos (DRCC), quando foram registradas, inicialmente, duas notícias de crimes praticados supostamente pela mesma pessoa e utilizando-se de semelhante modus operandi.

A partir daí, houve trocas de informações com a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Segundo o delegado e diretor do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) de Sergipe, André Baronto, inicialmente, o investigado se passava por um assessor dos prefeitos. Toda a abordagem era feita por contato telefônico.

“No primeiro momento, o contato era feito por voz. Assim, era passado um novo telefone como sendo o contato do prefeito. Dessa forma, continuavam as tratativas e os pedidos. Em alguns casos, ocorreu a transferência bancária e em outros, não”, disse.

Foto: Divulgação

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!