Ex-diretor da PRF é absolvido em ação de improbidade por suposto uso indevido do cargo em campanha para Bolsonaro

Silvinei Vasques, ex-diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi absolvido em uma ação de improbidade movida pelo Ministério Público Federal (MPF). A acusação alegava uso indevido do cargo para fazer campanha para o ex-presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.

O MPF apresentou entrevistas, publicações nas redes sociais e registros de eventos oficiais para evidenciar a suposta tentativa de favorecimento a Bolsonaro. O juiz concluiu que a conduta de Vasques foi regular, destacando que as publicações foram feitas em seu perfil pessoal, não nos canais oficiais da PRF.

O magistrado também descartou irregularidades nos elogios feitos ao ex-presidente em entrevistas e afirmou que a camisa com o número 22 não foi adquirida com dinheiro público, não configurando improbidade. O MPF ainda pode recorrer da decisão.

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!