Pai é preso suspeito de abusar sexualmente dos filhos de 9 e 10 anos em Porto do Mangue

Policiais civis da 42ª Delegacia, que atua em Areia Branca e Porto do Mangue (DP de Areia Branca), cumpriram um mandado de prisão preventiva nesta quinta-feira, dia 14, contra um homem de 34 anos, suspeito de estupro de vulnerável. A prisão ocorreu no município de Porto do Mangue.

As investigações foram iniciadas após denúncias de abusos sexuais contra crianças no município de Porto do Mangue, levando a equipe da Polícia Civil a realizar diligências para capturar o suspeito. No entanto, foi informado que ele havia fugido para Pendências. Os agentes se deslocaram para o local e o encontraram no Largo do Mercado Central. Ele foi abordado e preso sem oferecer resistência.

Durante o interrogatório conduzido pelo Delegado Raphael Laboissiere, o suspeito negou veementemente a autoria do crime. Essa é uma etapa importante do processo de investigação, onde o indivíduo tem o direito de se manifestar e apresentar sua versão dos fatos.

É importante lembrar que, mesmo com a negação do suspeito, a investigação continuará, e as evidências reunidas até o momento serão cuidadosamente analisadas para determinar a verdade dos acontecimentos. O trabalho da Polícia Civil e do sistema de justiça é garantir que todas as informações e provas sejam devidamente consideradas antes de se chegar a uma conclusão sobre o caso.

Durante o interrogatório conduzido pelo Delegado Raphael Laboissiere, o suspeito negou veementemente a autoria do crime. Essa é uma etapa importante do processo de investigação, onde o indivíduo tem o direito de se manifestar e apresentar sua versão dos fatos.

É importante lembrar que, mesmo com a negação do suspeito, a investigação continuará, e as evidências reunidas até o momento serão cuidadosamente analisadas para determinar a verdade dos acontecimentos. O trabalho da Polícia Civil e do sistema de justiça é garantir que todas as informações e provas sejam devidamente consideradas antes de se chegar a uma conclusão sobre o caso.

As medidas cautelares foram solicitadas pela Polícia Civil, apoiadas pelo Ministério Público e concedidas pelo Poder Judiciário. O detido foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil faz um apelo à população para continuar fornecendo informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!