Saúde: Absorventes serão distribuídos de graça para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social

Dignidade menstrual – Os absorventes serão distribuídos de graça para cerca de 24 milhões de  meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade, incluindo aqueles abaixo da linha da pobreza, em escolas públicas, em situação de rua, em extrema vulnerabilidade, e população carcerária, nas 31 mil drogarias credenciadas no programa Farmácia Popular.

A iniciativa faz parte da Política de Dignidade Menstrual, sancionada pelo governo Lula no Dia Internacional das Mulher. Podem receber os absorventes brasileiras ou estrangeiras residentes no Brasil, com idade entre 10 e 49 anos, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e com renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa. Estudantes de instituições públicas de ensino também podem se beneficiar, com renda de até meio salário mínimo por pessoa. Pessoas em situação de rua não têm limite de renda.

Para ter acesso aos absorventes gratuitos do programa Farmácia Popular, o Ministério da Saúde orienta que os interessados devem se dirigir a uma unidade credenciada, apresentar documento de identificação com CPF e a ‘Autorização do Programa Dignidade Menstrual’, gerada pelo aplicativo ‘Meu SUS Digital’ ou site do mesmo, com validade de 180 dias. Menores de 16 anos necessitam de um responsável legal para adquirir.

Em caso de dificuldades, a emissão da autorização pode ser feita em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Pessoas em situação de rua podem buscar auxílio em Centros de Referência da Assistência Social (Cras). Para mulheres recolhidas em unidades do sistema penal, a entrega será coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, distribuída diretamente nas instituições prisionais.

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!