Trabalhadores terceirizados do HRTM ameaçam paralisação de atividades por atraso de salários

Nesta terça-feira (23), trabalhadores terceirizados, incluindo maqueiros, eletricistas e profissionais da cozinha, limpeza, lavanderia e manutenção do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) em Mossoró, estão reunidos para decidir , em conjunto com o sindicato e outros servidores da JMT, pela paralisação de todas as atividades.

A discussão é motivada pelo não pagamento dos salários referentes a dezembro de 2023, bem como a falta de previsão para o pagamento do cartão alimentação.

Além disso, os trabalhadores prestadores de serviço enfrentam ainda o não pagamento de férias vencidas e a ausência de depósito do FGTS há alguns meses.

O atraso salarial da categoria tem provocado insatisfação e mobilização por parte dos funcionários terceirizados, que buscam chamar a atenção para as péssimas condições de trabalho e a necessidade urgente de regularização dos pagamentos em atraso.

Por outro lado, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) informou em nota que já fez o repasse de R$ 3,8 milhões à empresa JMT na tarde de ontem.

A empresa terceirizada JMT disse, por meio de nota, que fará os repasses dos salários de dezembro aos trabalhadores até o final da tarde desta terça-feira (23).

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!