Agentes comunitários de saúde serão contemplados com aparelhos celulares para trabalho diário

A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza nesta sexta-feira (13) cerimônia de entrega de aparelhos celulares para os mais de 400 agentes comunitários de saúde ativos no município de Mossoró. O evento está programado para as 16 horas, no auditório da Faculdade Diocesana.

“Nós iremos reunir todos os agentes comunitários de saúde ativos de nosso município para receber o aparelho telefônico, eles vão poder fazer seu trabalho digitalmente”, destacou a diretora da Atenção Básica, Katiane Aquino.

Ela ressalta que os celulares facilitarão o trabalho destes profissionais. “Esses aparelhos vão facilitar o trabalho. Era uma grande espera dos agentes de saúde que são pessoas fundamentais no processo da atenção básica. São esses agentes comunitários de saúde que estão mais próximos do usuário, que têm informações do usuário nas visitas. Então, eles são fundamentais neste trabalho da Atenção Básica”, completou.

O Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) existe desde os anos 1990. Ele foi efetivamente instituído e regulamentado em 1997 quando se iniciou o processo de consolidação da descentralização de recursos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente a Secretaria de Saúde conta com aproximadamente 420 profissionais, distribuídos em 47 Unidades Básicas de Saúde. O PACS é um importante método na reorientação da assistência ambulatorial e domiciliar, e é hoje compreendido como estratégia transitória para o Programa Saúde da Família (PSF).

O Programa foi inspirado em experiências de prevenção de doenças por meio de informações e de orientações sobre cuidados de saúde, o desenvolvimento das principais ações se dá por meio de ações educativas individuais e coletivas, nos domicílios e na comunidade protagonizadas pelos agentes comunitários de saúde. Mas o trabalho dos agentes se estende ainda a muitas outras finalidades, como:

•          Cadastramento da população, dando um cenário como está o nosso território;

•          Visitar no mínimo uma vez por mês cada família da sua comunidade;

•          Identificar situação de risco e encaminhar aos setores responsáveis;

•          Pesar e medir mensalmente as crianças menores de 2 anos e registrar a informação no cartão da criança;

•          Incentivar o aleitamento materno;

•          Acompanhar a vacinação periódica das crianças por meio do cartão de vacinação e de gestantes;

•          Orientar sobre métodos de planejamento familiar;

•          Orientar sobre prevenção da AIDS, entre outros.

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!