Agricultura familiar do RN é apresentada ao embaixador do Brasil na Palestina

Cesar Oliveira (Emater), Alessandro Candeas (embaixador) e Alexandre Lima (Sedraf)

 

As potencialidades do Rio Grande do Norte no tocante à agricultura familiar foram apresentadas ao embaixador do Brasil na Palestina, Alessandro Candeas, pelo titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima, nesta terça-feira (17). Em visita ao Rio Grande do Norte, o embaixador conheceu parte dos programas e projetos executados pelo Governo do RN por intermédio da Sedraf em parceria com o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater – RN).

“O que queremos é disseminar inovação tecnológica na agricultura familiar, notadamente no campo das tecnologias sociais de convivência com o semiárido, dos sistemas de produção de base agroecológica, da produção de alimentos saudáveis e também das políticas públicas de compras governamentais e assistência técnica”, disse Alexandre Lima. Este primeiro encontro foi intermediado pelo mandado do Senador Jean Paul Prates e contou com a participação do diretor geral da Emater, Cesar Oliveira.

De acordo com o embaixador, a vinda dele foi para conhecer as políticas públicas de desenvolvimento rural do Rio Grande do Norte numa realidade de semiárido. “Queremos identificar o que podemos exportar para uma realidade que se parece muito com a daqui, no caso a realidade da Palestina, Cisjordânia e Gaza. Lá, mesmo com uma estrutura produtiva tradicional e familiar de agricultura orgânica e pecuária sustentável, se pode aprender e desenvolver muito com o que tem sido feito no RN”, afirmou Alessandro Candeas durante a reunião.

“A nossa apresentação foi no que diz respeito à Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), acesso ao crédito rural, reúso de água e compras governamentais foram algumas das ações apresentadas no encontro. Os passos seguintes serão para fecharmos parcerias entre o Governo do Rio Grande do Norte junto com pequenos agricultores da Palestina”, concluiu o secretário Alexandre Lima, do desenvolvimento rural e agricultura familiar do RN.