Câmara Municipal aprova projeto que viabiliza tecnologia 5G em Mossoró

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou, por unanimidade, um projeto de lei que modifica a legislação municipal para que Mossoró possa receber a tecnologia 5G de internet. A aprovação ocorreu na sessão ordinária desta quarta-feira, 03 de agosto. A tecnologia 5G permite uma maior rapidez na transmissão de dados via internet e nas telecomunicações.

A autoria do projeto é do vereador e presidente da Câmara Lawrence Amorim (SD), que comemorou a aprovação e destacou a importância da nova tecnologia para o desenvolvimento da cidade. “Ficamos felizes que o projeto foi aprovado na nossa Casa, e após a sanção, nós vamos fazer contato com o Ministério das Comunicações, buscando que Mossoró seja uma cidade que receba a tecnologia 5G o mais rápido possível.”, afirmou. Agora, o projeto segue para a sanção do prefeito Allyson Bezerra.

 

O que é tecnologia 5G?

O 5G é a nova geração de sistemas celulares e arquitetura de rede que fornecerá conectividade de banda larga robusta, com baixa latência (tempo mínimo entre o estímulo e a resposta da rede de Telecom) de forma massiva. Trata-se de uma infraestrutura que possibilitará a criação de novos serviços, afirma a Anatel.

 

Segundo a agência, a nova tecnologia possui três modos de uso:

Banda Larga Móvel Avançada: focada em altas velocidades de download e upload, para as novas necessidades do usuário convencional;

Controle de Missão Crítica: focada em prover conexão com baixíssima latência e altíssima confiabilidade, voltada para aplicações sensíveis a atrasos e erros como carros autônomos, cirurgias remotas, controle remoto de maquinário industrial; e

Internet das Coisas Massiva: focada em atender grande quantidade de dispositivos IoT, com alta cobertura e baixo consumo de bateria, levando a Internet das Coisas a um novo patamar de atendimento.

 

Todos os celulares poderão ter acesso ao 5G?

Atualmente, existem no Brasil 67 modelos de celulares capazes de operar com o 5G certificados e homologados pela Anatel. Até o fim de 2021, eram 47.

As líderes em termos de variedade do portfólio são a Samsung (com 25 modelos), seguida de Motorola (14), Apple (9) e Xiaomi (6) — outros 13 aparelhos são de outras marcas. Os preços dos celulares partem de aproximadamente R$ 1,5 mil.

Apesar da chegada do 5G, a Anatel reforça que as outras frequências 2G, 3G e 4G seguem funcionando. “O 5G agregará novas faixas de frequência à telefonia celular, sem, contudo, alterar as faixas já disponibilizadas para o uso do serviço”, diz a agência.

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!