Crise no abastecimento de água se agrava em Mossoró

A situação de abastecimento de água pela Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) em Mossoró está se agravando, com diversos bairros enfrentando problemas. Nesta quarta-feira (14), comunicados oficiais apontam as seguintes questões:

Os bairros Nova Betânia, Bela Vista e Aeroporto I e II estão sem abastecimento do Poço P-6 devido a uma queda de vazão. Os serviços de recuperação, iniciados em 8 de dezembro, têm um prazo de conclusão projetado para 29 de março, à noite. A vazão do poço, que era de 180 mil litros/hora, poderá atingir no máximo 60 mil litros, um terço do original, se o poço voltar a funcionar.

O diretor-presidente da CAERN, Roberto Sérgio Linhares, promete a perfuração e montagem de um novo poço em cerca de 45 dias, mas outras etapas virão posteriormente.

Bairros Presidente Costa e Silva, Conjunto Ulrick Graft, Walfredo Gurgel e Ufersa tiveram paralisação no fornecimento de água devido a problemas no sistema elétrico do Poço P-22, que passará por manutenção.

Conjunto Monsenhor Américo Simonetti, loteamento Santa Júlia e Integração enfrentam redução no fluxo de água desde sábado (20). A empresa está investigando a causa do problema.

E o mossoroense segue pagando a fatura enquanto a Caern vai tentando resolver as constantes interrupções no abastecimento sem real previsão de normalização.

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!