Estado: RN registra recorde de doação de órgãos em um fim de semana

Desde o ano de 2020 o Rio Grande Norte não realizava um volume de captação de múltiplos órgãos como a que aconteceu nesse final de semana, de 24 a 26 de maio. Com as captações de três doadores diferentes, 14 outras pessoas terão a oportunidade de uma nova vida.

“A nossa média é de três a quatro doações por mês. Neste final de semana aconteceram doações nos três dias, sexta, sábado e domingo. Então, desde 2020 a gente não conseguia esse número. Esse ato impacta não só na vida dos potiguares, mas também de outros brasileiros à espera por um transplante”, explicou Rogéria Medeiros, coordenadora da Central Estadual de Transplantes do RN.

Na sexta-feira (24) foram doadas duas córneas, um coração, dois rins e um fígado; no sábado (25) foram duas córneas, dois rins e um fígado e no domingo (26), foram doados dois rins e um fígado. Todos os órgãos doados ficaram para transplante no estado, com exceção dos fígados que seguiram para o Ceará e Bahia.

Parcerias

Na última sexta-feira (24) outras duas operações também mobilizaram as equipes da Central de Transplantes do RN. A primeira foi a cirurgia realizada no Hospital Rio Grande primeiro permitiu zerar a fila por transplante de coração no RN. Uma parceria, a partir do convênio entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), Governo Federal e Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Também na sexta foi realizada uma grande operação de transporte em UTI aérea para transplante de fígado em São Paulo, de uma paciente de 5 meses. O translado aconteceu através de uma parceria entre os governos do RN e Alagoas. O Projeto Salva Mais, resultado da integração entre o SAMU e o Corpo de Bombeiros de Alagoas, foi o responsável pela transferência. Os pais da criança seguiram viagem em voo comercial através do Programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) da Sesap.

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!