IMPASSE: Nova reunião entre sindicato e Executivo deverá envolver secretarias econômicas

Após a deflagração da greve pelos professores municipais na última segunda-feira (13), a Secretaria de Educação finalmente agendou uma reunião com a diretoria do Sindiserpum para discutir as pautas protocoladas no ofício enviada no dia 21 de dezembro de 2022, portanto, há 55 dias.

Durante a reunião, a secretária Hubeônia Alencar reforçou o discurso dos investimentos feitos nos últimos dois anos, mas, um dos pontos cruciais da pauta, o reajuste do Piso, não foi discutido pela secretária sob a justificativa de que seria preciso de uma nova reunião onde fossem envolvidas secretarias que respondem pela parte financeira do Executivo, como Finanças e Planejamento, Orçamento e Gestão.

Sem proposta concreta apresentada, uma nova reunião ficou de ser agendada para a primeira semana pós-carnaval, sem uma data definida ainda. Com isto a greve deflagrada pelos professores municipais será iniciada no próximo dia 23.

“Não tivemos propostas que pudéssemos levar para a categoria. Não há o que analisar e a greve está posta. Quando avançarmos nas negociações e tivermos algo real a ser apresentado, traremos para a categoria que irá definir quais os rumos iremos tomar”, comenta a presidente do Sindiserpum, Eliete Vieira.

“Propusemos uma próxima reunião, agora, com a presença da equipe de governo que trata do orçamento e finanças, para que abertamente possamos analisar a viabilidade financeira do município, especialmente diante do cenário econômico atual e após tantos investimentos feitos na educação municipal, para proporcionar melhores condições de trabalho para os professores e de aprendizagens para nossos alunos”, enfatizou a secretária Hubeônia Alencar.

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!