Líder de facção interestadual matou o prefeito de São José de Campestre, diz Polícia Civil

O prefeito de São José de Campestre, Joseilson Borges da Costa, conhecido como “Neném Borges”, foi assassinado por um líder de facção criminosa interestadual com atuação no RN e em outros estados. A informação é do delegado regional de Nova Cruz responsável pelo caso, Wellington Guedes. O crime ocorreu em 18 de abril de 2023.

Em uma coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (26), em Natal, o delegado disse que a investigação se revelou complexa, já que o suspeito no dia do crime usava máscara e  luvas, claramente tentando complicar o trabalho da polícia.

Quinze dias antes da morte do prefeito, a polícia realizou uma operação com o suspeito como alvo, resultando na apreensão de um revólver e um colete balístico. O revólver já tinha sido utilizado em outro homicídio na região. Durante a investigação, uma testemunha forneceu detalhes sobre o suspeito. Ele teria dito a testemunha que o prefeito teria uma rixa com ele e estaria conspirando contra sua vida, informações que o delegado, Wellington Guedes, negou, esclarecendo que não são verdadeiras.

A investigação revelou que o crime foi motivado pelo apoio institucional do prefeito às forças de segurança, incentivando o combate à criminalidade, o que gerou descontentamento por parte do suspeito que agiu sozinho. Com evidências robustas, o delegado solicitou a prisão preventiva do suspeito, cujo nome não foi divulgado para preservar as investigações. “Temos provas sólidas”, afirmou Guedes.
Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!