Secretaria de Segurança Pública do RN quer investigação rigorosa sobre assassinato da advogada Brenda Oliveira

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) afirma que, tão logo informada sobre a ocorrência envolvendo a morte da advogada Brenda Oliveira, 26 anos e seu cliente no município de Santo Antônio na tarde desta terça-feira(30), fez contato direto com a Polícia Civil para que seja iniciado um processo investigativo rigoroso para apurar o caso.

O secretário da Sesed, coronel Francisco Araújo, recebeu a informação da ocorrência no momento em que estava, juntamente com o secretário adjunto, delegado Osmir Monte, reunidos com o presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia da OAB-RN, advogado Paulo Pinheiro. Ambos fizeram contato com o presidente da OAB, Aldo Medeiros, que solicitou uma apuração efetiva do crime.

De imediato, o secretário fez contato com a Delegacia Geral de Polícia Civil, por meio do delegado-geral adjunto Herlânio Cruz, que designou uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para a realização de diligências iniciais do caso.

Por fim, a Sesed ressalta que confia no trabalho dos agentes de segurança pública para investigar e elucidar este crime.

O crime 

A advogada Brenda Oliveira foi assassinada enquanto exercia sua profissão na tarde desta terça-feira (30), no município de Santo Antônio, região agreste do Rio Grande do Norte.

Brenda foi atacada ao sair da Delegacia de Polícia Civil. Antes do crime, ela apresentou um homem conhecido por Gordinho da Batata suspeito de ser o autor do homicídio contra o vaqueiro João Victor Bento da Costa, de 19 anos, crime registrado no último final de semana em Santo Antônio. O suspeito e cliente da advogada também foi morto. Os dois foram assassinados dentro do veículo da advogada.

Minutos antes de ser morta, Brenda fez uma postagem no Instagram em que expressava: “A sociedade e sua mania de condenar um indivíduo apenas com base no ‘disse me disse’. A Polícia está em diligências, e a população está em estado de choque.”

Foto: Reprodução

 

 

__________________

ACOMPANHE MAIS DA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO DIFUSORA DE MOSSORÓ (AM 1170)  aqui.

© DIFUSORA – A FALA DO POVO!